Fale com o Instituto: (11) 9.8542-6677 (11) 2532-7747

O alinhamento do Propósito à Estratégia

Propósito e Estratégia. No meio executivo ouvimos muito sobre propósito e estratégia, então, não escrevo este artigo com fins de dizer o que é, mas objetivo refletir como tem sido o alinhamento entre eles na prática dentro das nossas empresas.

 

Um estudo conduzido pelo Korn Ferry Institute apurou que empresas cujas equipes são focadas no propósito de suas organizações têm taxas de crescimento anual quase três vezes maiores que outros do setor. A pesquisa também apontou que 90% das pessoas que trabalha em uma organização orientada ao propósito relataram sentir-se engajadas, contudo, nas que não têm mesmo foco, apenas 32% responderam positivamente.

 

Outro estudo da PWC descobriu que 79% dos líderes de negócios acreditam que o propósito é fundamental para o sucesso do negócio. No entanto, para 68% o propósito não é usado como um indicador nos processos de tomada de decisões de liderança.

 

A Harvard Business Review lançou um estudo global a fim de investigar a importância de três estratégias conhecidas para impulsionar organizações, contudo, surgiu um quarto fator que não havia sido considerado: o propósito.

 

Na maioria das empresas em que estive e com as quais tenho contato, consigo observar claramente quando os resultados não estão sendo alcançados a contento, e não estou falando apenas de resultados financeiros, mas de um conjunto de variáveis que impactam, positiva ou negativamente, no alcance e cumprimento da missão e visão de uma organização.

 

O propósito transmite o que a organização representa em termos éticos, emocionais e práticos e, se isso não é transmitido na cultura da empresa, em suas metas, objetivos e ações do dia a dia dos negócios entre liderança, colaboradores e clientes, dificilmente se chegará ao máximo potencial da operação.

 

Leia também:
+ Inovação para o Terceiro Setor: com qual recurso?
+ Desafios de Gestão das Organizações frente à Transformação Digital em 2022

 

Todos na mesma página: o propósito compartilhado

 

O alinhamento estratégico visa unificar a visão de todos que fazem parte da empresa, para que busquem um mesmo objetivo final dentro de um mesmo modus operandi de valores e condutas para alcançá-lo. Não importa que essa premissa seja incorporada ou que já nasça junto à empresa, importa que seja intencional, não ocasional.

 

O EY Beacon Institute descobriu que empresas orientadas por objetivos crescem mais rapidamente. Das organizações pesquisadas, 58% daquelas que possuem propósito claramente definido cresceram 10% ou mais nos últimos três anos, em comparação com apenas 42% das companhias cujo propósito não é comunicado ou muito bem compreendido.

 

A verdade é que o propósito está no cerne de quem uma empresa é, de como toma decisões e projeta suas estratégias. Podemos observar que, empresas que apresentam alto crescimento pensam em ecossistemas inteiros, onde interesses e relacionamentos conectados entre várias partes interessadas criam mais oportunidades. E essas empresas não abordam os ecossistemas ao acaso. Elas deixam o propósito ser o seu guia, ser o protagonista que rege a tomada de decisões.

 

O processo de alinhamento torna a gestão mais suave, com todos cooperando para um mesmo objetivo, compreendendo suas responsabilidades e o impacto da ação de cada um nos resultados da equipe e da empresa como um todo.

 

O alinhamento se faz cada vez mais fundamental para que os times caminhem juntos, fortalecendo o alcance das metas e resultados da organização gerais. Todos precisam compreender onde se quer chegar e como se quer chegar a determinado resultado. Além disso, precisam compreender claramente como essa ‘meta’, missão, visão se materializa especificamente em sua atuação.

 

Muitos gestores partem do pressuposto de que cada colaborador sabe exatamente o que fazer e como fazer para contribuir para o alcance do sucesso do negócio, mas isso não é verdade. O óbvio precisa ser dito, a referência precisa ser referendada e o caminho precisa, sim, ser apontado. O alinhamento faz parte até do processo de amadurecimento, aprimoramento e crescimento das equipes.

 

É sempre importante que nós, enquanto líderes, estejamos avaliando se o propósito da empresa está sendo a inspiração e a força motriz de nossas estratégias. Não há vergonha em reconhecer que os planos saíram dos trilhos, mas a negligência em corrigi-los, essa sim, deve ser temida.

 

“No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade” – Albert Einstein

 

Devemos estar atentos para não sermos ‘cegados’ pelos números a serem alcançados por si só, estando sensíveis às transformações e expectativas crescentes que um propósito forte pode manter gerando valor efetivo e sustentável para a nossa sociedade.

 

Autor: Clever Murilo Pires
CEO do Livres

Translate »
Iniciar conversa
Podemos te ajudar?
Olá!! Como podemos te ajudar?