Curiosidades do sertão nordestino

O sertão nordestino é uma das causas do Livres. Somos apaixonados pelas pessoas que vivem nessas terras e, em nosso coração, pulsa o desejo de servir, levar o amor, suprir as necessidades e desenvolver um sertão melhor, mesmo em meio a tantas mazelas.

 

Mas nem só de mazelas vive o sertão. Na realidade, ele é um dos lugares mais peculiares do Brasil e único no mundo. Isso se deve principalmente ao seu bioma: a caatinga. Este bioma é encontrado exclusivamente no Brasil e por isso apresenta algumas curiosidades.

 

Neste artigo, queremos trazer algumas dessas curiosidades para você se apaixonar pelo sertão assim como nós.

 

Confira!

 

1. Clima: onde foi parar o frio?

O clima dominante no sertão é o clima semiárido, com temperaturas altas durante todo o ano e com chuvas irregulares.

 

Podemos dividir o clima tropical semiárido em duas estações: o inverno chuvoso que vai de dezembro até julho e o verão quente com início em julho e término em novembro.

 

Para saber mais sobre o clima, confira nosso artigo Clima do Sertão.

 

2. Biodiversidade: fauna e flora diferentes

Precisamos nos lembrar que a Caatinga é um conjunto de ecossistema com característica similares, ou seja, é um bioma. Por isso, sua fauna e a flora precisaram se adaptar a esse tipo de região.

 

O sertão é repleto de frutas típicas deliciosas. Um dos mais representativos é o Umbu. 

 

Cesto cheio de Umbu, fruta típica do sertão nordestino

O umbu pode ser consumido in natura ou transformado em geleias e outras conservas adoçadas. No sertão, é cozido até que a casca e a polpa se separem. Em seguida, o líquido é despejado, é misturado ao açúcar e cozido por mais duas horas. Depois a polpa é reduzida a uma geleia, mantendo um sabor levemente azedo.

 

 

Você pode conferir outras frutas do sertão em nosso artigo clicando aqui.

 

Guigó-da-Caatinga, único primata endêmico da Caatinga.

A fauna da Caatinga também é riquíssima. O bioma serve de abrigo para cerca de 178 espécies de mamíferos, sendo eles marsupiais, tatus, tamanduás, ratos, macacos, onças, veados e capivaras, dentre outros.

 

Destacamos o guigó-da-Caatinga (Callicebus barbarabrownae), único primata endêmico da Caatinga.

 

 

3. A mata branca

Cacto, vegetação muito presente no sertão nordestino.

O nome Caatinga vem da língua indígena tupi, significando mata branca. Esse nome traz como referência a falta de folhas na vegetação, principalmente nos períodos de seca, o que é recorrente no sertão.

 

Essa é outra curiosidade do sertão: a vegetação se adaptou à seca. Podemos observar principalmente a presença de cactos, planta característica por aguentar longos períodos de seca e ambientes quentes. Ele possui uma variedade de espécies, sendo que algumas podem chegar até 18 m de altura.

 

O sertão e suas riquezas

A verdade é que o sertão possui centenas de curiosidades. Sem dúvidas, é um lugar rico em suas belezas e recursos, mas também muito castigado, seja pela falta de assistência pública, seja pela seca ou memso pela falta de acesso à água doce que castiga o sertão constantemente.

 

Queremos convidar você a conhecer quem é o Instituto Livres e como ele tem agido em prol do sertão.

 

Para saber mais sobre o sertão nordestino, acesse nosso blog e mantenha-se informado sobre as nossas ações e sobre este lugar encantador!

Translate »
Iniciar conversa
Podemos te ajudar?
Olá!! Como podemos te ajudar?