O que seu corpo está dizendo? Entenda.

Você já parou para pensar que seu corpo está dizendo que você precisa mudar suas atitudes? Além de usar palavras para sua comunicação, o ser humano também utiliza e reconhece sinais não verbais que seu corpo produz. Você pode nunca ter percebido, mas numa conversa rotineira com um amigo, um familiar ou até mesmo com o atendente de supermercado, todos os envolvidos estão esperando por respostas que nem sempre são verbais.

A partir de agora, repare que, enquanto falamos com alguém, procuramos encontrar em seus gestos, expressões e pequenos movimentos ou reações sinais que indicam o que nosso interlocutor está sentido ou achando do conteúdo da conversa. Quando deparados com uma situação de quase nenhuma resposta não verbal por parte do interlocutor, a tendência é que aquele que comunica comece a sentir insegurança e sinta vontade de parar de falar, pois sente que, por não possuir resposta, seu conteúdo pode não ser interessante.

Tentamos perceber se essa pessoa concorda com nossa opinião, se sente-se confortável com nossa presença etc. Tudo isso porque, no fim das contas, desejamos uma comunicação assertiva. Queremos que a pessoa com quem conversamos entenda nossas ideias e, se possível, as aceite como verdade.  

Pode já ter acontecido de você estar no meio de uma apresentação em seu trabalho e, enquanto você tentava convencer sua chefe a realizar determinada ação estratégica, acabou percebendo, por meio das expressões faciais dela, que suas ideias não a agradavam tanto. Nesse momento, você começa a trocar algumas partes de seu discurso e até mesmo de sua postura até perceber um feedback mais positivo sobre suas propostas.

Esse exemplo ilustra muito bem que o uso de determinadas posturas e linguagens podem ser determinantes para seu sucesso.

Isso acontece, querendo ou não, enquanto nos comunicamos, além de ouvir o que outras pessoas têm a nos dizer, também estamos ‘lendo’ as mensagens não verbais que seus corpos nos passam.

Diversos cientistas sociais e comunicólogos passaram bastante tempo observando e estudando os efeitos dessas ‘leituras’ em julgamentos sociais e afirmam que são definitivos para você gostar ou não de alguém nos primeiros minutos que conhece uma pessoa nova.

Saber controlar o que seu corpo está dizendo e usar isso a seu favor em momentos decisivos, como numa entrevista de emprego, ou num primeiro encontro, pode ser crucial para causar uma boa primeira impressão. Vale deixar claro que isso não é uma desculpa para mentir sobre quem você é, mas sim uma forma de descobrir seu melhor e saber expressá-lo logo do início.

Durante uma palestra TED, a psicóloga social Amy Cuddy destacou uma postura associada à uma prática diária que pode mudar a forma com que você se apresenta em determinadas situações.

A especialista fala sobre a postura do poder e confiança caracterizada no reino animal pela expansão do corpo e movimentos. “O animal se faz grande, se estica, ocupa espaço. É sobre se abrir”, afirma a psicóloga.

Entre os seres humanos, percebemos essa postura em gesticulação mais expansiva, com peitoral ‘inflado’, com nariz e queixo elevados. Geralmente essa postura está associada ao controle e segurança que alguém possui sobre determinada situação/assunto.

Quando o domínio de sentimentos é o oposto, ou seja, medo e insegurança, a tendência é a retração gestual e corporal e até mesmo baixa no tom vocal durante o discurso.

Em ambos os casos, é perceptível a diferença entre alguém que demonstra confiança e alguma que está insegura.

Amy recomenda que, antes de enfrentar uma situação de possível insegurança, você assuma essa ‘postura confiante’ por cerca de dois minutos. Ajeite sua postura, infle os pulmões de ar, levante o queixo e deixe a postura de ‘poder’ fazer você acreditar que você realmente domina aquela situação. Logo seu cérebro irá acreditar nisso e será até mais fácil de encarar uma situação de estresse.

Se torne quem você comunica e comande aquilo que seu corpo está dizendo.

Se quiser saber mais sobre, além de ser mais confiante, também leia “O segredo da felicidade para viver melhor”, CLIQUE AQUI!

Translate »
Iniciar conversa
Podemos te ajudar?
Olá!! Como podemos te ajudar?