Fale com o Instituto: (11) 9.8542-6677 | (11) 2532-7747

Instituto Livres recebe Prêmio Estratégia ODS 2022

Instituto Livres recebe Prêmio Estratégia ODS 2022 – O futuro que queremos

Na noite de 07 de junho de 2022, o Instituto LIVRES foi premiado com o 2º lugar entre as TOP10 iniciativas do Terceiro Setor vinculadas ao cumprimento das metas dos ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.

 

Pela iniciativa do Mais Água, projeto social que promove acesso à água potável no sertão, o LIVRES recebeu a certificação de boas práticas entre as 10 melhores selecionadas entre 236 iniciativas e o troféu de 2º lugar.

A premiação foi realizada pela Rede Estratégia ODS Brasil, uma coalizão que reúne organizações representativas da sociedade civil, do setor privado, de governos locais e da academia com o propósito de ampliar e qualificar o debate a respeito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Brasil e de mobilizar, discutir e propor meios de implementação efetivos para essa agenda.

 

Após cuidadosa análise técnica de júri formado por especialistas, 40 boas práticas em ODS foram classificadas para a terceira e última fase do Prêmio Estratégia ODS Brasil 2022. As organizações responsáveis pelas práticas receberam um certificado durante o evento “O Futuro que queremos”, em São Paulo e as três melhores práticas de cada categoria receberam, também, um troféu durante o evento.

 

“É uma grande alegria recebermos esse prêmio de reconhecimento pelo trabalho que temos desenvolvido, pelos esforços mobilizados em favor de mudanças efetivas que contribuam para uma sociedade mais justa, inclusiva e sustentável”, afirma o CEO da instituição, Clever Pires.

 

O Projeto Mais Água coopera para os ODS de saúde e bem-estar (ODS3), acesso à água potável (ODS6), redução das desigualdades sociais (ODS10), paz e justiça social (ODS16) e parcerias e meios de implementação (ODS17). Em 2022, a ampliação do projeto para iniciativas de boas práticas agrícolas e fomento da economia circular também atenderá aos ODSs ligados à erradicação da pobreza e insegurança alimentar, ODS 1 e 2.

 

O Instituto Livres é cossignatário da Rede desde 2020.

 

 

A Rede Estratégia ODS Brasil

Trata-se de uma iniciativa que nasce da necessidade de engajar e conscientizar atores-chave da sociedade a respeito de seu papel e dos esforços necessários para que o cumprimento da Agenda 2030 no país seja bem-sucedido. E que zela para que o entendimento dos ODS transcenda a concepção de uma mera relação de aspirações e boas intenções, de forma que a complexidade característica desta agenda seja objeto de diálogos e esforços conjuntos, e que os objetivos e princípios que os fundamentam sejam enraizados nas ações e condutas gerais de todos esses atores.

 

A Estratégia ODS é resultado da reunião de organizações histórica e ativamente envolvidas com a agenda do desenvolvimento sustentável no Brasil, tendo participado de forma importante da implementação e municipalização dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) ao redor do país e, em seguida, profundamente implicadas no processo de transição dos ODM para os ODS ao longo dos três anos de construção da nova agenda global sobre o desenvolvimento sustentável. A origem desta coalizão deriva, portanto, dos aprendizados deixados pelos ODM, frente à constatação de que os avanços referentes a essa agenda poderiam ter sido mais significativos no Brasil não fosse o tímido e tardio envolvimento de alguns atores da sociedade no cumprimento dos objetivos, sobretudo dos governos locais.

 

E sendo a Agenda 2030 muito mais abrangente e desafiadora que sua antecessora, avanços reais exigem envolvimento profundo de diversos setores da sociedade. Razão pela qual a Estratégia ODS reúne três atores-chave neste processo, cuja ação e cooperação se revelam determinantes para que o cumprimento dos ODS seja efetivo: sociedade civil, setor privado e governos locais. Sendo crucial que esta agenda seja por todos compreendida e trabalhada de forma integrada, que haja o estabelecimento de compromissos reais, o investimento de recursos, amplo monitoramento, bem com uma atuação interdependente dos setores da sociedade.

 

 

Objetivos e Atuação da Rede

  • Promover avaliações críticas sobre o processo de implementação dos ODS
  • Mobilizar formadores de opinião e atores-chave de organizações e movimentos sociais
  • Articular atores-chave do setor privado para qualificar sua atuação
  • Propor e fomentar políticas públicas indutoras voltadas para governos nacional e subnacionais
  • Incidir sobre a adaptação das metas e indicadores para o contexto brasileiro, buscando avanços reais
  • Ampliar e qualificar o debate público sobre a implementação dos ODS no Brasil
Translate »
Iniciar conversa
Podemos te ajudar?
Olá!! Como podemos te ajudar?