Você possui um comportamento ‘tóxico’?

Você já ouviu alguém se referindo à outra pessoa ou comportamento de alguém como algo ‘tóxico’? Você sabe o que esse termo significa?

De uns tempos para cá, com presença muito forte nas redes sociais, se tornou muito comum as pessoas apontarem determinados comportamentos e atitudes como algo nocivo à saúde física ou psicológica das demais pessoas que convivem com os resultados desse costume ‘tóxico’ de agir. Muito provavelmente você já foi vítima desse tipo de comportamento, ou ainda foi quem os praticou.

Ações como ofensa, preconceito, ataques a alguém ou sua imagem, agressão física ou psicológica se enquadram nessa série de comportamentos nocivos.

Existem pessoas que fazem uso dessas práticas conscientemente a fim de prejudicar alguém. Mas também existem pessoas que acabam tendo essas atitudes sem nem se dar conta do quão prejudicial elas são.

Julian Treasure é um especialista em som e comunicação entre pessoas e organizações. Ele disserta sobre uma comunicação mais saudável numa série de palestras que realiza e diz que “A voz humana é um instrumento que todos nós tocamos. É o som mais poderoso do mundo, provavelmente. É capaz de começar uma guerra, ou dizer “eu te amo”.

O estudioso ainda destaca o que chama de “Sete pecados mortais do discurso”, que nada mais são sete práticas que, além de pecados mortais de um bom discurso, também podem ser tidas como um comportamento extremamente ‘tóxico’.

Para que você possa se dar conta se comete, já cometeu, ou não, alguns desses atos, trouxemos a explicação de Julian mais a fundo sobre cada um deles a seguir:

Fofoca

“Falar mal de alguém que não está presente. Não é um hábito legal e sabemos muito bem que o fofoqueiro, cinco minutos depois, vai falar sobre nós.” 

A fama do fofoqueiro o acompanha e faz com que ninguém confie na pessoa para nada. Mesmo que seja o mais bobo dos segredos.

Sem contar que, comentar sobre a vida das outras pessoas sem seu consentimento pode acabar gerando muitos ruídos comunicacionais que, se não resolvidos o mais rápido possível, acabam se tornando uma bola de neve de fofocas. O que pode vir a prejudicar gravemente a vida das pessoas envolvidas na fofoca.

Julgamento

“Conhecemos pessoas que nos julgam o tempo todo enquanto conversamos. É muito difícil conversar com alguém quando você sabe que está sendo julgado e, ao mesmo tempo, está aquém das suas expectativas.”

Além disso, ninguém é obrigado a cumprir com as expectativas que outras pessoas geram sobre suas vidas.

O julgamento revela as incertezas daquele que julga, porém ele as projeta sobre os outros para não precisar necessariamente lidar com essas inseguranças.

Negatividade

“Uma senhora, nos últimos anos de sua vida, se tornou muito negativa, e se tornou alguém difícil de escutar. Certa vez, seu filho disse: “Hoje é 1º de outubro”, e ela respondeu: “Eu sei, não é terrível?”.  É difícil, desgastante, escutar uma pessoa tão negativa.” 

Conviver com pessoas que enxergam o pior lado das coisas é extremamente cansativo. Vivemos num mundo difícil, mas não é por isso que precisamos nos entregar ao pessimismo e viver reclamando, como mostraremos a seguir.

A negatividade é um comportamento extremamente nocivo e capaz de colocar até a pessoa mais feliz numa situação desconfortável.

Reclamação

“Reclamamos do tempo, do esporte, da política, de tudo. E reclamar é uma miséria viral. Não é o mesmo que espalhar raios de sol e leveza no mundo.”

Nos cansamos de ouvir reclamações. Por isso nos afastamos das pessoas que só reclamam. Por algum motivo, que não podemos julgar, essas pessoas escolheram reclamar do mundo ao seu redor. Nada nunca está bom ou é suficiente.

Seu trabalho é sempre ruim. O dia está sempre muito quente ou muito frio. A música está muito alta, a comida muito quente ou sem sal.

Esse tipo de comportamento não agrada às pessoas que estão ao nosso redor, por isso, além de ganhar fama de ranzinza, a pessoa ‘reclamona’ também fica muito solitária.

Desculpas

“Todos nós conhecemos alguém que arranja desculpas toda hora. Talvez sejamos essa pessoa. Alguns jogam a culpa no outro. Eles passam a culpa para todo mundo, e não tomam responsabilidade por suas ações. Também é difícil escutar uma pessoa que age dessa forma.”

Além de demonstrar certo grau de imaturidade por não assumir com seus atos, compromissos e responsabilidade de suas atitudes, viver dando desculpas não nos leva à lugar algum. As desculpas ‘pausam’ sua vida e não te fazem conquistar nada.

Exagero

“O exagero diminui a nossa linguagem. Por exemplo, se você vê uma coisa realmente fenomenal, como irá descreve-la se você exagera tudo em sua volta?  E é claro que esse exagero vira mentira, e não queremos ouvir pessoas que sabemos que estão mentindo.” 

Quando o exagero vira mentira, tudo que falamos é descredibilizado ou, dificilmente, tomado como verdade.

Ser visto como uma pessoa exagerada ou mentirosa também pode gerar aqueles mesmos ruídos de comunicação que já citamos acima, causando sérios problemas para sua vida e para todos envolvidos no assunto.

Dogmatismo

“Dogmatismo é a confusão de fatos com opiniões. Quando essas duas coisas se misturam, você só escuta o vento. Quando alguém o está bombardeando com suas opiniões como se fossem verdades, é difícil prestar atenção.” 

As pessoas ‘donas de verdade’ dificilmente estão dispostas a conversar sem tentar inferiorizar as outras por suas divergências de ideias.

Criam um espaço de pouco, ou nenhum debate saudável de ideais e se isolam em seu mundinho de ‘certeza’.

Mas lembre: não é preciso que alguém siga necessariamente algumas dessas atitudes para ser alguém ‘tóxico’ em sua vida. Preste atenção em qualquer outro sinal de nocividade em suas relações.

Na dúvida se você já teve algum comportamento ‘tóxico’? Para não agir mais dessa maneira, opte sempre pela empatia, integridade, autocontrole, amor, sabedoria, responsabilidade e humildade. Assim, dificilmente você será uma pessoa ‘tóxica’ para si ou para aqueles ao seu redor.

Se você conhece alguma pessoa que pratica constantemente algum dos chamados por Julian Treasure de pecado do discurso converse com ela e mostre o quão ruim isso é para toda a sociedade quando ela possui comportamentos nocivos.

Para acessar mais conteúdo, CLIQUE AQUI!

Translate »
Iniciar conversa
Podemos te ajudar?
Olá!! Como podemos te ajudar?