Fale com o Instituto: (11) 9.8542-6677 (11) 2532-7747

Vazamento na rede de distribuição

Na quarta-feira (27/01), durante o período da manhã, houve o vazamento na rede de distribuição de água no Centro de Teresina-PI que foi responsável pelo desabastecimento de mais de 15 bairros da região.

Devido à complexidade da resolução desse problema, a fim de evitar mais complicações, incluindo o desperdiço de água, a concessionária Águas de Teresina precisou também cortar o fornecimento para os bairros de Mafuá, Nossa Senhora das Graças, São Pedro, Pio XII, Frei Serafim, Cidade Nova, Vermelha, Tabuleta, Três Andares, Macaúba, Monte Castelo, Ilhotas, Centro, Cabral e Piçarra e pediu a colaboração e compreensão de todos.

A previsão era que tudo já fosse resolvido até às 14h do mesmo dia. Então os moradores dessas comunidades já voltariam à suas vidas normais.

Seria muito bom se todos os problemas relacionados à falta d’água no Piauí, e em todas as regiões do Brasil que ainda sofrem com a falta desse recurso, fossem de mais fácil resolução como esses que os quinze bairros passaram no dia 27.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), organização que assumiu a responsabilidade de monitorar ameaças naturais em municípios brasileiros, realizou, na segunda quinzena de 2020, um levantamento das condições de seca na região Nordeste, local em que se encontram a maioria de nossos projetos. Os dados que obtiveram são, no mínimo, preocupantes e indicam um avanço considerável da seca na região. Eles apontam um aumento de 85 para 202 regiões afetadas pela falta d’água.

Para conferir na íntegra todas as informações, basta acessar o site deles clicando aqui.

Além de todos os problemas que já conhecemos e sempre evidenciamos que vêm acompanhados da falta d’água, como a falta de higiene básica, mal desempenho nas tarefas diárias, como trabalho e estudo, falta de acesso à determinados tratamentos médicos, o que também ganha destaque nessa edição dos estudos do Cemaden é o impacto que essa condição de seca pode ter na agricultura familiar das comunidades.

Essa forma de subsistência familiar é, em grande parte dos casos, uma saída para a falta de recursos financeiros que permitam compra de alimentos de origem vegetal ou animal. Porém, com a falta d’água está cada vez mais difícil para as famílias manter sua pequenas plantações funcionando. O solo seco se torna cada vez menos solícito à agricultura e pecuária.

O vazamento na rede de distribuição do Centro de Teresina acaba se tornando um dos menores problemas quando ainda existem regiões que sequer possuem encanamento para água, não concorda?

Com o projeto de soluções hídricas Mais Água, trabalhamos para mudar essa realidade e fornecer água de qualidade para as comunidades no sertão do Piauí. Hoje já conseguimos ajudar a mudar a realidade de 31 comunidades com alguma das soluções oferecidas pelo Mais Água.

Porém, na realidade de pandemia e incerteza de vacinação que ainda vivemos, muitas pessoas têm deixado de nos apoiar com suas doações. O que dificulta muito a continuação de nosso trabalho.

Nos ajude a levar água para mais pessoas, faça um Pix e leve água para o sertão.

Nossa chave Pix para recebimento de doação é: 08.052.116/0001-86

Se quiser saber como doar pelo Pix, basta CLICAR AQUI!

Translate »
Iniciar conversa
Podemos te ajudar?
Olá!! Como podemos te ajudar?