Outubro Rosa: 7 dicas de prevenção

O Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama.

 

Criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, o Outubro Rosa tem como objetivo compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

 

Os esforços de conscientização do Outubro Rosa têm surtido efeitos. No Piauí, estado de atuação do Livres, 66% das mulheres piauienses iniciam o tratamento do câncer de mama antes do 3º mês de progressão da doença.

 

O que muitos não sabem é que os homens também podem sofrer com essa doença. Apesar de apenas 1% dos casos do câncer de mama afetarem os homens, seu índice mortalidade é grande.

 

Portanto, neste artigo, separamos 12 dicas de acordo com o INCA – Instituto Nacional do Câncer para você, homem ou mulher, se prevenir dessa doença e se conscientizar neste Outubro Rosa.

 

1. Não fume

Essa é a regra mais importante para prevenir o câncer. Ao fumar, são liberadas no ambiente mais de 7.000 compostos e substâncias químicas que são inaladas por fumantes e não fumantes. Parar de fumar e de poluir o ambiente é fundamental para a prevenção do câncer.

 

2. Tenha uma alimentação saudável

Uma ingestão rica em alimentos de origem vegetal como frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e outras leguminosas, e pobre em alimentos ultraprocessados, como aqueles prontos para consumo ou prontos para aquecer, bebidas adoçadas, entre outros, pode prevenir o câncer. A alimentação deve ser saborosa, respeitar a cultura local, proporcionar prazer e incluir alimentos regionais.

 

3. Mantenha o peso corporal adequado

Manter um peso saudável ao longo da vida é uma das formas mais importantes de se proteger contra o câncer. Uma alimentação saudável, além de fornecer nutrientes que protegem contra o câncer, favorece a manutenção do peso saudável. A recomendação é evitar alimentos ultraprocessados e fazer dos alimentos vegetais como as frutas, legumes, verduras, feijões e outros grãos, sementes, castanhas a base da alimentação.

 

A atividade física também contribui para a manutenção do peso corporal saudável. Para a prática de atividade física, não há necessidade de serem aquelas modalidades que demandem a contratação de serviços como academias; atividades como caminhar ao ar livre, deslocamento, pedalar, dançar, etc são boas opções.

 

A criação de ambientes que incentivem a alimentação saudável e a prática de atividade física ao longo da vida é fundamental para o controle do câncer.

 

4. Pratique atividades físicas

Você pode, por exemplo, caminhar, dançar, trocar o elevador pelas escadas, levar o cachorro para passear, cuidar da casa ou do jardim ou buscar modalidades como a corrida de rua, ginástica, musculação, entre outras. Experimentar e achar aquela modalidade que você gosta é importante para começar e/ ou aumentar a realização de atividade física.

 

Aproveite e busque fazer dessas atividades um momento coletivo, prazeroso e divertido, com a família e amigos, ou faça da atividade física um momento introspectivo no qual você se conecta consigo, enfim, é possível encaixar a atividade física na rotina de cada um, seja através do deslocamento ativo indo ao trabalho ou outras atividades caminhando ou de bicicleta, são diferentes possibilidades.

 

5. Amamente

O aleitamento materno é a primeira ação de alimentação saudável. A amamentação até os dois anos ou mais, sendo exclusiva até os seis meses de vida da criança, protege as mães contra o câncer de mama e as crianças contra a obesidade infantil. A partir de seis meses da criança, deve-se complementar a amamentação conforme a dica sobre Alimentação saudável e proteção contra o câncer.

 

Mulheres entre 25 e 64 anos devem fazer o exame preventivo do câncer do colo do útero a cada três anos.
As alterações das células do colo do útero são descobertas facilmente no exame preventivo (conhecido também como Papanicolau), e são curáveis na quase totalidade dos casos. Por isso, é importante a realização periódica deste exame. Tão importante quanto fazer o exame é saber o resultado, seguir as orientações médicas e o tratamento indicado.

 

6. Evite a ingestão de bebidas alcoólicas.

Seu consumo, em qualquer quantidade ou tipo, contribui para o risco de desenvolver câncer. Além disso, combinar bebidas alcoólicas com o tabaco aumenta a possibilidade do surgimento da doença.

 

7. Faça o autoexame

Todos os homens e mulheres, independentemente da idade, podem conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias pessoas.

 

Alterações suspeitas também podem ser avaliadas pelo exame clínico das mamas, que é a observação e palpação das mamas por médico.

 

Olhe, apalpe e sinta suas mamas no dia a dia para reconhecer suas variações naturais e identificar as alterações suspeitas. Em caso de alterações persistentes, procure o Posto de Saúde.

 

Conheça os programas do Livres e como atuamos em prol da saúde de homens e mulheres.

 

Gostou do conteúdo? Acesse nosso blog e mantenha-se atualizado sobre nossas ações!

Translate »
Iniciar conversa
Podemos te ajudar?
Olá!! Como podemos te ajudar?