Insegurança alimentar durante a pandemia

A insegurança alimentar é algo que assola o Brasil. Milhões de pessoas vivem em busca de uma vida digna, apenas para poder alimentar a si próprios e suas famílias.

 

Com a chegada da pandemia, esse cenário foi ficando cada vez mais claro e, devido o impacto na economia, tornou o problema ainda mais latente.

 

Este mesmo cenário levanta algumas dúvidas:

 

Quais são os dados desse cenário? O que fazer para ajudar? Entenda a resposta a essas perguntas nesse artigo.

 

Dados da insegurança alimentar

O Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, realizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan) e divulgado pela Agência Brasil nos trouxe os dados desse cenário.

 

Cerca de 19 milhões de brasileiros passaram fome e mais da metade dos domicílios no país enfrentou algum grau de insegurança alimentar.

 

A pesquisa levantou que 55,2% dos lares brasileiros, ou o correspondente a 116,8 milhões de pessoas, passaram por algum grau de insegurança alimentar no final de 2020 e 9% deles vivenciaram insegurança alimentar grave.

 

Esse cenário mostra que o número de pessoas nessa situação dobrou desde o registro de 2009 e voltou ao nível que se encontrava o Brasil em 2004.

 

O Livres e a fome no sertão

Agora, dentro de um cenário tão ruim, como podemos fazer a diferença?

 

O Livres, voltado para sua missão no sertão, tem travado uma luta intensa contra a fome no sertão.

 

Através do programa Missão Social, o Instituto tem socorrido as famílias, distribuindo cestas básicas ao povo sertanejo.

 

Entre 2020 e 2021, anos onde os efeitos da pandemia de COVID-19 foram mais severos, distribuímos mais de 116 toneladas de alimentos através de cestas básicas. Esse tipo de ação impacta a vida de milhares de famílias no sertão sertão sertanejo em mais de 60 comunidades.

 

Esse número só foi possível porque contamos com doadores e parceiros amigos que acreditam em um Brasil melhor sem fome.

 

Mas, ainda há muito a ser feito. Por isso, convidamos você a se juntar nessa luta contra a insegurança alimentar.

 

Torne-se hoje um doador e combata a fome no sertão nordestino!

Translate »
Iniciar conversa
Podemos te ajudar?
Olá!! Como podemos te ajudar?