Fale com o Instituto: (11) 9.8542-6677 (11) 2532-7747

Dia da Educação, um acordo feito há 21 anos

21 anos, durante o Fórum Mundial de Educação, líderes de 164 países, incluindo o Brasil, se comprometeram em otimizar o desenvolvendo da educação em suas nações até 2030. Ano que marca a agenda da ONU como meta para a conclusão dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que levarão o mundo por um caminho mais igualitário e justo. Desde então, o mundo se lembra da data de 28 de abril como o Dia da Educação.

 

A educação deve receber atenção para seu desenvolvimento em qualidade e equidade, de forma que todo cidadão não tenha apenas o direito à ela, mas principalmente, o acesso.

Se engana quem pensa que a educação se restringe ao ambiente escolar. A educação está associada com a construção de valores que são essenciais para a construção de um mundo justo, fundamentado no respeito, dignidade e empatia, como aquele planejado pela Agenda 2030 da ONU.

Assim, o processo de educação se faz contínuo em toda vida e todo ciclo social que uma pessoa estiver inserida.

 

A primeira instituição que um ser humano tem contato desde a infância, ou ao menos deveria ter, é com sua família. Quando nos referimos à família, nos referimos ao grupo responsável pelo cuidado e desenvolvimento de uma criança, adolescente, adulto ou pessoas em idade mais avançada, independentemente de sua constituição. É natural que o primeiro contato com a educação seja dentro dessa família. Valores, tradições, costumes, cultura, história e comportamento são ensinados até mesmo de forma indireta, por meio da convivência e observação, por exemplo. As pessoas, em especial quando em fase de aprendizado, reproduzem aquilo que observam e assimilam no meio.

 

A educação escolar é constantemente relacionada com o aprendizado mais ‘técnico’ como a alfabetização, conhecimentos básicos sobre as ciências que nos cercam, como física, química, biologia, matemática e, em alguns casos específicos, algumas ciências sociais também, como sociologia e filosofia. Deixamos aqui uma abertura para questionamento. Você acredita que as ciências sociais são ensinadas o suficiente assim como as demais ciências são ensinadas e ‘cobradas’ na escola básica?

Na escola também se aprende a desenvolver habilidades sociais muito importantes que serão melhor desenvolvidas e exercidas durante a vida adulta, como o convívio com pessoas e opiniões diferentes, por isso é essencial que as escolas sejam cada vez mais inclusivas, não exclusivas; a argumentação, em momentos de debates e conversa sobre leituras ou acontecimentos da atualidade; habilidades sociais de discurso e comunicação durante apresentações ou dinâmicas de tarefas educativas etc.

 

Ter contato com situações que “treinem” as pessoas para o convívio social e desenvolva nelas virtudes humanitárias é fundamental para a criação, por meio da educação, de cidadãos conscientes e aptos ao convívio harmonioso.

Diante de tantas vertentes da educação, quem é o responsável por ela?

 

Como foi possível perceber, o Dia da Educação e a educação em si é bastante complexa, mas em geral, legalmente falando, a família é responsável pela formação educacional de alguém durante a infância. Mesmo que a escola não seja capaz de oferecer todas as formas de conhecimento citados acima, ainda caberia à família reforçar as lacunas deixadas pelo sistema de ensino. Também deve ser papel da família educar socialmente, ensinando o que é eticamente correto ou não. Devem se certificar que o jovem/criança aprenda o que for necessário.

 

Esse é o papel que os educadores das Casas de Acolhimento do projeto Livre Ser têm na vida das crianças e adolescentes que hoje estão sob nossos cuidados no projeto de acolhimento institucional. Além de atividades como reforço escolar sempre desenvolvidas, em especial no cenário de pandemia, os educadores, os “tios” e “tias”, como as crianças os chamam, cumprem esse papel tão importante no acolhimento, auxiliando na formação dos valores das crianças e adolescentes.

 

O Estado, por sua vez, deve cumprir com a obrigação de garantir condições para que o sistema de ensino, famílias e projetos de Acolhimento, como o Livre Ser, possam fornecer a educação necessária de forma gratuita, com qualidade e teor crítico.

 

Se você quiser conhecer mais sobre o Acolhimento Livre Ser e a atuação que temos com crianças e adolescentes que sofreram a violação de algum de seus direitos, CLIQUE AQUI!

 

Gostou de nossas ações no Livre Ser e gostaria de nos ajudar a manter o projeto funcionando nesse Dia da Educação? CLIQUE AQUI e conheça uma forma muito rápida e prática de nos ajudar.

Translate »
Iniciar conversa
Podemos te ajudar?
Olá!! Como podemos te ajudar?