Água mostra contrastes dos direitos humanos básicos - Instituto Livres Pular para o conteúdo

Chave PIX: [email protected] | [email protected]

NOTÍCIA

25 de março

Água mostra contrastes dos direitos humanos básicos

Dia mundial da Água mostra contrastes dos direitos humanos básicos

Neste domingo (22), quando se comemorou o Dia Mundia Mundial da Água, todas as atenções estão voltadas para a luta contra o novo coronavírus (Covid-19) e um cuidado de higiene é fundamental para evitar pegar a doença e propagar o vírus da Sars-cov-2: lavar corretamente as mãos.

Mas, segundo dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), duas em cada cinco pessoas em todo o mundo não têm instalações básicas para se lavar as mãos, de acordo com os dados mais recentes. Conforme o Unicef, 40% da população mundial, ou 3 bilhões de pessoas, não têm lavatório com água e sabão em casa e quase três quartos das pessoas nos países menos desenvolvidos não têm instalações básicas para lavar as mãos.

O Unicef afirma ainda que 47% das escolas, que abrigam 900 milhões de crianças em idade escolar, não tem um lavatório adequado. Nos estabelecimentos de saúde de todo o mundo, 16% não tinham banheiros funcionais ou instalações para lavar as mãos nos pontos de atendimento onde os pacientes são tratados…

No Brasil

Segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), na média brasileira, 83,5% da população é servida por rede de água e apenas 52,4% tem o esgoto coletado, do qual somente 46% é tratado, conforme os dados mais recentes divulgados em fevereiro. Esses percentuais pouco subiram nos últimos anos, ligando o alerta para a impossibilidade de se cumprir as metas de universalização do saneamento até 2033, conforme o Plano Nacional de Abastecimento (PlanSab), de 2013.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou estudo que prevê que quatro em cada 10 litros de água são perdidos no Brasil antes de chegar à população. Conforme a confederação, 34 milhões de brasileiros não têm água encanada e quase 40% dos recursos hídricos se perdem por desvios e infraestrutura deteriorada.

Projeto Mais Água

O Instituto Livres tem se dedicado a levar soluções sociais de acesso à água potável a milhares de famílias que sofrem com a seca e com a limitação de acesso à água no sertão. Hoje já conseguimos ajudar 21 comunidades, mas só no Piauí, são 132 que sofrem com situação gravíssima de falta de água e podem ter suas vidas transformadas com a nossa ajuda.

Em tempos difíceis, toda colaboração de cada amigo que tem também se esforçado em nos ajudar, é válido. Contamos com você!


Últimas notícias

18 Anos Ressignificando Realidades e Reconstruindo Sonhos!

Conheça Nossos Amigos e Apoiadores

Personalidades influentes se unem ao Instituto Livres para promover mudanças significativas e proporcionar esperança e oportunidades para comunidades vulneráveis no sertão brasileiro.

Mais Água: Transformando Vidas no Sertão com Acesso à Água Potável

O projeto Mais Água busca transformar vidas no sertão brasileiro ao fornecer acesso à água potável, enfrentando a escassez por meio de soluções hídricas.

Empoderando Vidas: Conheça o Projeto Livre Ser no Sertão do Brasil

O Projeto Livre Ser promove o desenvolvimento de crianças e adolescentes através de experiências de socioaprendizagem, visando fortalecer seu protagonismo social e cultivar valores como autonomia e dignidade.

Transformando Vidas no Sertão: A Missão Social do Livres

A Missão Social do LIVRES é um projeto que busca melhorar as condições de vida no sertão brasileiro através de ações práticas e parcerias locais.

Impacto Livres: Transformando Vidas no Brasil

Desde 2014, o Impacto Livres tem sido crucial para melhorar vidas no sertão, alcançando números impressionantes.

Compartilhe

Copiar link

MAIS LIDAS

INSCREVA-SE

Quer ficar por dentro de todas as iniciativas inspiradoras e progressos que estamos alcançando? Engaje-se conosco assinando nossa newsletter e receba informações exclusivas, histórias de impacto e oportunidades para fazer a diferença. Juntos, podemos construir um futuro melhor!